guía tascas e petiscos. 6. vila real

Na sexta entrega da Guía de tascas e petiscos do Expreso traemos as recomendacións de locais do distrito de Vila Real: Alijó, Boticas, Chaves, Montalegre, Régua, Penaguiao, e Vila Real.

tascasepetiscos

Lembramos que as entradas anteriores estaban dedicadas a Braga en dúas ocasións (Braga con Amares e Barcelos e resto de distrito de Braga), a Viana do Castelo con todo o seu entorno do norte, Bragança e Tràs-os-Montes e as Recomendacións dos chefs. Hoxe toca coñecer o que o libro Tascas e Petiscos, editado polo Expresso, recomenda para petiscar no distrito de Vila Real.

Vila Real
Café Cabana

Lamas de Olo, Vila Real. 259 341 745.
Verdadeiramente uma cabana no Parque do Alvão. Apenas petiscos regionais a pensar na partilha e no convívio. Cartão de visita os enchidos, com alheiras (2.20€) e mouras (2.20). Pratinhos de presunto (6.5€), ou em sandes (2.20), e de queijo regional (2€)…
Cardoso
Rua Miguel Bombarda, 42, Vila Real, 259 325 329.
‘Local pequeno, enche com facilidade. Afirman ter a melhor francesinha de Vila Real, simples (6€) ou completa (7.25), com batata frita e ovo. Prego no pão (3€), pica pau (6€) que por causa do tamanho da dose pode ser meio (3€). Do resto, sempre há camarão cozido ao peso e todo o que possa sair da grelha’.
Este local é recomendado polo chef Vítor Sobral.
Casa de Pasto Chaxoila
EN 2, Borralha, Vila Real, 259 322 654.
É uma casa obrigatória, berço das tripas aos mohos (enroladas), em 2017 celebra os 70 anos. Os pratos têm dia fixo para desfilar. Comece com umas saborosas pataniscas de bacalhau (2€) ou pelo pires de bola de carne (1.5€). As tripas aos molhos servidas com arroz branco (4€/unidade), são obrigatorias’.

Alijó
Taberna A Fonte
Rua Central, 27, Santa Eugénia, Alijo. 259 648 113.
Seja pela alheira com grelos e batata, pelo cozido à portuguesa ou pelo cabrito assado (20€ para duas pessoas), quem prova volta a repetir. Para picar, linguiça (3€), bolos de bacalhau (0.30€). Garrafeira competente com aposta nos vinhos do Douro’.

Boticas
Taberna do Ti João
Rua do Lameirão, 1, Beça, Boticas.
Não tem dias certos para abrir, o que faz a magia deste local. Aqui saboreia-se o mais típico deste região transmontana. Pataniscas de bacalhau, vitela barrosã, carne de porco ou fumeiro. O fígado de vitela barrosã, a mão de vitela com grão e os fumados com couve e feijão sao imperdíveis’.

Chaves
Adega Faustino

Travessa Cândido dos Reis, Chaves. 276 322 142.
Mesas corridas com garridas toalhas aos quadrados. Petiscos, muitos e sempre tradicionais. Pica Pau (7.5€), moelas (5€), orelha com molho vinagrete (4.5€), deliciosos rojões do redanho (2€) e, claro, uma dobradinha (8€) para partilhar. Quem goste vai-se deliciar com os ris salteados (6€) e a alheira (6€) e a linguiça assada (7€). Mais de cen anos de portas abertas’.
Ilha do Cavaleiro
Largo do Cavaleiro, Chaves. 933 374 833.
Recorda os aglomerados do Porto, com uma estreita rua que termina num pátio entre casas coloridas, para comer os clássicos enchidos, com a alheira (4€) a merecer destaque. Despois há moelas (4€), costelinha (4.5€) e pica pau (5€)’.

Mondim de Basto
A Tasquinha da Alice

Bobal, Mondim de Basto. 255 381 381.
É uma casa especializada em petiscos, como a carne da panela (14€), mas serve igualmente refeições por encomenda. Sem medo dos tachos, são as couves com feijão acompanhadas de ossos de assuã (10€) a iguaria mais pretendida. Logo, o galo à moda da casa, a cabidela e a feijõada à transmontana’. 

Montalegre
Tasca do Açougue

Terreiro do Açougue 7, Montalegre. 276 511 164.
O petisco é o rei das refeições, tornando este um local perfeito para encontros de amigos, convívio animado e partilha de sabores. Na ementa é possível encontrar a tradicional posta barrosã, o pernil e o picadinho, entre moelas guisadas, pregos no pão e sandes com os mais diversos recheios’.

Peso da Régua
Tasca da Quinta

Rua Marquês de Pombal 42, Peso da Régua. 918 754 102.
Escolha entre o escabeche de codorniz ou de sardinha (4€), a açorda de polvo, de cogumelos ou de bacalhau com couve (4.9€) ou as tapas variadas a 1.9€ (cavala, pimento e presunto)’.
Adega 87
Rua da Ferreirinha 87, Peso da Régua. 254 314 913.
As ofertas do dia variam consonte a inspiração e têm preço fixo de 5€. Antes, prove os petiscos, especialmente os peixinhos da horta e as pataniscas’.

Santa Marta de Penaguiao
O Boteco

Rua Trás da Câmara, 13, Santa Marta de Penaguião. 254 811 497.
Espaço simples, apresenta uma harmonia caseira contagiante das 7h às 00h, de segunda a sexta-feira (sábado só abre de manhã e domingo dia de descanso). Sugestões do dia, para comer, beber e petiscar, com destaque para o fumeiro regional, acompanhado do vinho branco da casa, fresco e afrutado como se quer. São obrigatórias as pataniscas (1€), as moelas (2€) e as tripinhas aos mohos (2€)’.

Vidago
Taska Quim Barbeiro

Largo da Praça, 15, Vidago. 967 460 933.
Há sempre a disposição as costelinhas em vinha-d’alhos (4.5€) e o picadinho de carne de vitela (5€). Mas também não podiam faltar os enchidos, servidos em pratos pequenos’.

Vila Pouca de Aguiar
Tasca do Tó

Rua Duque de Ávila e Bolama, 39, Vila Pouca de Aguiar.
Uma das tascas mais antigas e tradicionais do concelho. Tem petiscos variados para ir picando ao longo do dia, como é o caso das tripas aos molhos, da enguia en escabeche, da petinga, das pataniscas, das moelas e das costelinhas em vinha-d’alhos. Na época certa, é possivel encontrar na ementa pratos dedicados aos cogumelos’.

Ademais, entre os chefs, Vítor Matos (Antiqvv, Porto), recomenda dous locais no distritio de Vila Real: Casa de Souto Velho (Souto Velho, Chaves) e o xa mencionado Cardoso. (Ver a entra dedicada ás recomendacións dos chefs)


Translate »